Fromm, Erich

1900 – 1980

SOBRE

manuel alegre

Autor da Escola de Frankfurt. Psicanalista. Estuda em Heidelberg. Obrigado a emigrar para os Estados Unidos em 1934, por ter origens arianas. Professor em Nova Iorque desde 1962. Um dos principais representantes do freudo-marxismo. Defende um humanismo comunitário socialista e uma sociedade sã . Distancia-se e critica Herbert Marcuse.

Fear of Freedom, 1941

Erich Fromm critica a despersonalização do homem moderno, porque as relações sociais perderam o caráter direto e humano, dado que passaram a ser regidas pela lei do mercado que transformou o indivíduo em mercadoria. Daí que o indivíduo, para escapar à instabilidade da sua solidão crie mecanismos de evasão. Ou foge para o conformismo dos autómatos; ou para a destrutividade, tanto pela destruição do outro como pelo autoritarismo. Umas vezes, entra no masoquismo, dissolvendo-se no conjunto. Outras, no sadismo, quando atua segundo as regras desse conjunto e trata de perseguir os marginais ou de fazer a guerra.. A aspiração ao poder não é o produto da força, mas o filho abastardado da fraqueza. O homem subjugado tem, assim, uma personalidade autoritária. O que explica o fascismo, dado que este permitiu que as massas satisfizessem os seus impulsos sadomasoquistas identificando-se com os poderes dominantes (cfr. trad. fr. LaPeur de la Liberté, Paris, Éditions Buchet-Castel, 1963; trad. port. O Medo à Liberdade, Rio de Janeiro, Zahar, 1980)..

  • The Fear of Freedom, na edição britânica, ou Escape from Freedom, na edição norte-americana, 1941 (cfr. trad. fr. La Peur de la Liberté, Paris, Éditions Buchet-Castel, 1963; trad. port. O Medo à Liberdade, Rio de Janeiro, Zahar, 1980).

  • The Sane Society. Nova Iorque, Rinehart, 1955 (cfr. trad. fr. Societé Saine, Societé Aliené, Paris, 1956).
  • Socialist Humanism. An International Symposium. Garden City, Nova York, Anchor Books, 1965.
  • To Have and to Be, 1976.
  • The Anatomy of Human Destructiveness. Nova Iorque, Holt, Rinehart and Winston, 1973.
  • The Revolution of Hope. Trad. fr. Espoir et Révolution. Vers l’Humanisation de la Technique, 1970.

CONTACTOS

Rua D. João de Castro, nº32-A
Ajuda
1300-193 Lisboa
PORTUGAL
(google maps)
38.7044987, -9.1904574

(+351) 21 - 363 05 77

geral@observatoriopolitico.pt

Politipédia © 2024